BIG JATO, de Xico Sá, reestréia no Café Pequeno no dia 15 de março!

BIG JATO, de Xico Sá

Adaptação do livro recém-publicado do escritor e jornalista Xico Sá

reesteia no Café Pequeno

Big Jato Luana Muller  (5)

“Big Jato” é o romance do escritor cearense Xico Sá, cujo lançamento nacional ocorreu no final de 2012, tendo ótima recepção da crítica e de público, chegando a ser apontado como um dos melhores livros do ano. Numa parceria com o cineasta Claudio Assis, o livro já está em fase de pré-produção para virar longa metragem, a ser rodado ainda neste ano no Vale do Cariri (CE). A adaptação do livro para o teatro vem da vontade do ator Diogo Camargos e da produtora, atriz e diretora Morgana Kretzmann de trabalharem com literatura no teatro. A escolha do livro “Big Jato” veio imediatamente após a sua leitura, o que foi sucedido pela imediata autorização para a montagem por parte do autor.

No final de fevereiro deste ano, o ator e a diretora, juntamente com a produtora Estela Albani, foram ao Vale do Cariri, no Ceará, fazer trabalho de pesquisa e laboratório antes de serem iniciados os ensaios. Passaram os três uma semana percorrendo o roteiro formulado pelo próprio Xico Sá, que incluía a pequena cidade de Santana do Cariri, onde Xico passou a maior parte de sua infância, até Barbalha, Crato e Juazeiro do Norte. A viagem enriqueceu o material de trabalho para ser levado à sala de ensaio, já que o número de pessoas e referências que se encontrou nessa pesquisa foi imprescindível para se começar o processo de adaptação. Todos os personagens do livro, de uma maneira ou de outra, estavam espalhados pelas ruas, igrejas, bares, casas e praças de todos os lugares em que se passou.

Ser fiel à obra do autor e ao local em que se passa a história é imprescindível para todos que estão envolvidos no projeto, tanto no cenário do espetáculo, como no figurino e na iluminação, trazendo o espectador ao Cariri dos anos 70, à boleia de um caminhão Fenemê, ao olhar de um menino que ao crescer vai mostrando também o mundo do seu pai, o seu ídolo, que dirige um caminhão limpa fossas e lhe passa todo o seu conhecimento da vida.

Nosso intuito, com este projeto, não é só trazer a obra de Xico Sá a todos os lugares junto do universo dele e do sertão do Ceará nos anos 70, mas também trabalhar dentro da nossa proposta inicial, que é adaptar a literatura para o teatro de maneira lúdica e criativa, mas principalmente fiel ao autor, à sua obra, ao seu texto.

 

 Big Jato Luana Muller  (27)

Sinopse:       

Na forma de monólogo, a peça apresenta a história de um menino que conta, através do seu olhar de criança e do seu julgamento, as histórias de seu pai, de seu Tio, de sua mãe e principalmente dele mesmo, desde as primeiras viagens junto ao pai na boleia do caminhão limpa fossas Big Jato, até sua fuga graças a ajuda do seu Tio.

Sobre a diretora Morgana Kretzmann

Morgana Kretzmann, com 10 anos de carreira a serem completados no final deste ano, é atriz, produtora, diretora e radialista. É formada pela Escola de Atores de Porto Alegre. Cursou a Cal (Casa das Artes de Laranjeiras – RJ) durante um ano e também estudou no TEPA (Teatro Escola de Porto Alegre). É também radialista formada pela FEPLAM em Porto Alegre. É proprietária da MEK PRODUÇÕES ARTISTICAS LTDA, que atuou no Rio Grande do Sul em diversos projetos culturais de relevância para a cidade.

No teatro entre outros trabalhos destaca-se sua passagem pelo Grupo de Teatro “Nós do Morro” (Rio de Janeiro – RJ), onde atuou no espetáculo “Artur Azevedo e seu Tempo” com direção de Myrian Pérsia, e seu atual espetáculo “Nossa Vida não Vale um Chevrolet”, de Mário Bortolotto, ganhador dos prêmios FUNARTE E FUMPROARTE 2011.

Sobre o ator Diogo Camargos

Diogo Camargos é um ator mineiro formado pela CAL, residente do Rio de Janeiro desde 2006. Participou de espetáculos como “O Casamento”, de Nelson Rodrigues, dirigido por Inez Viana, pelo qual ganhou o prêmio de melhor ator na Mostra Estudantil de Teatro do CCBB, no ano de 2009.

Foi assistente de direção de Guilherme Piva no espetáculo “A Mulher Que Escreveu a Bíblia”, monólogo com Inez Viana, que estreou no Mezanino do Espaço Sesc Copacabana em 2007.

É integrante da Cia. OMONDÉ, onde encenou os espetáculos “As Conchambranças de Quaderna”, de Ariano Suassuna, que estreou no Rio de Janeiro em 2010 no teatro Sesc Ginástico, e “Os Mamutes” de Jô Bilac, que estreou em 2012 no Teatro de Arena do Sesc Copacabana.

Em 2013 esteve em cartaz com o espetáculo “Escravas do Amor”, de Nelson Rodrigues (sob o pseudônimo de Suzana Flag), da Cia. Fodidos Privilegiados, com direção de João Fonseca, no teatro Sesc Santo Amaro, em São Paulo, e no Teatro dos 4, no Rio de Janeiro.

 

SERVIÇO:

Temporada de 15/03 a 06/04/2014

Local: Teatro Café Pequeno, Leblon / RJ

Horário: sábados e domingos 20H

Preço: R$ 30 / R$ 15 (meia entrada)

Horário de funcionamento da bilheteria: quarta a domingo 16 as 20H

Telefone da bilheteria: 21 2294-4480

Classificação etária do espetáculo: 14 anos

Duração do espetáculo: 60 minutos

Lotação do teatro: 80 lugares

FICHA TÉCNICA:

 

Texto: Xico Sá

Atuação: Diogo Camargos

Direção: Morgana Kretzmann

Adaptação: Morgana Kretzmann e Diogo Camargos

Produção: Estela Albani

Cenário: Desforma CreativeArt

Figurino: Luciana Mac Dowell

Iluminação: Walace Furtado

Trilha Sonora: Vinícius Campos e Joyce Santiago

Música Original: Joyce Santiago e Leonardo Miranda

Assistente de Direção: Vinícius Campos

Assistente de Produção: Laís Werneck

Costureiro: Caio Braga

Idealização: Diogo Camargos e Morgana Kretzmann

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: