Lançamento de CD do Leo Russo, essa quinta no Café Pequeno!!

Leo Russo

 Imagem

Revelação do Carioca da Gema prepara estreia no mercado fonográfico

O ano de 2011 chegou ao fim reservando uma grata surpresa para o carioca Leonardo Russo. Em dezembro, o jovem de 23 anos foi aclamado como Cantor Revelação pelo voto popular dos frequentadores do Carioca da Gema, tradicional casa de samba da Lapa. Mas nada de deitar nos louros. 2012 é de muito trabalho para o cantor. Dentre os planos, a gravação de seu CD de estreia, que será produzido e dirigido pelo maestro Rildo Hora, produtor de importantes nomes do gênero e sumidade quando o assunto é samba.

Ter a chancela de Hora não deixa Leo apreensivo. Os dois já são parceiros em duas canções que estarão na bolachinha. Tal aproximação se deu numa das muitas rodas de samba frequentadas por Leo desde os 11 anos. Já nas primeiras conversas entre os dois, chamou a atenção do maestro o conhecimento sobre samba adquirido pelo jovem. Não à toa que Hora diz que, dentre os jovens músicos que conhece, “Léo é quem mais sabe a história do samba”. E tal constatação está longe de ser da boca para fora.

Os pais do garoto, Luigi e Anete, intuíram que o interesse do filho pela música seria para valer quando, alguns dias antes de completar sete anos, ouviram do menino o que ele gostaria de ganhar como presente: um CD de samba. O mimo em questão foi o CD “Voltou clarear”, de Zeca Pagodinho. Zeca é, aliás, uma das referências de Leo, num panteão do qual fazem parte ainda Cartola, João Nogueira e Chico Buarque, entre outros.

Começou com o CD de Pagodinho uma lista de presentes – todos ligados ao gênero – que só fez crescer. E confirmar sua vocação artística. Aos 11, ganhou seu cavaquinho, o que lhe levou a aulas com o professor Alessandro Valente. É nesta época que Leo começa, levado por sua mãe, a freqüentar rodas de samba da cidade. E foi neste ambiente que teve seus primeiros contatos com alguns de seus ídolos. E onde também sua voz passou a chamar a atenção, além, é claro, de seu supracitado conhecimento sobre o gênero. A ponto de conquistar a confiança de alguns ícones. É o caso de Beth Carvalho. Durante o tempo em que a cantora se recuperou de problemas de saúde, Léo foi um dos que foram à casa de Beth cantar para ela.

Curiosamente, não veio de um autor o conselho para Leo se aventurar pela composição, mas de uma vizinha. Não uma vizinha qualquer, é verdade, mas a mãe de Marcelo Camelo, compositor de indiscutível talento. De tanto ouvir Leo cantar, Ana Camelo falou do vizinho para o filho famoso. E os comentários devem ter sido entusiasmados, pois, numa noite, a campainha soou e quem estava do outro lado da porta? Marcelo em pessoa. “Minha mãe falou que você gosta muito de samba. Quero ver os discos que você tem”, sugeriu. Dali para ouvir da mãe de Marcelo que deveria compor foi um pulo. E os primeiros exercícios foram em cima de melodias de choro – outra paixão de Leo, também um apreciador confesso de serestas. “Nelson Gonçalves foi o maior cantor deste país”, diz sem pestanejar. E Leo não quer dormir no ponto. Traz um olho no presente e outro no passado. Que venha o futuro!

 

Essa quinta às 20h por apenas $20!

Teatro Municipal Café Pequeno – Rua Ataulfo de Paiva 269 tel 2294-4480

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: