TODO ESSE MATO QUE CRESCEU AO MEU REDOR

Todo Esse Mato que Cresceu ao Meu Redor apresenta como mote a saudade e seus possíveis desdobramentos. É fruto de um processo de criação colaborativo voltado para a pesquisa e a prática de conceitos do teatro contemporâneo, tais como a dramaturgia atoral, a repetição, a apropriação, a exposição e a autobiografia. Sua linguagem transita pela fronteira entre o teatro e a dança.


Caio Riscado e Luar Maria atuam e dançam com músicas, projeções e textos em off como pano de fundo. As partituras de movimento e os textos, provenientes de um blog escrito coletivamente durante o processo, se encontram e desencontram para gerar uma dramaturgia que não começa e nem termina em nenhum lugar ou momento específico. Seu conteúdo tem por objetivo atingir de alguma forma o espectador. A obra fala buscando ser ouvida e sentida.

No espetáculo, saudade, nostalgia e memória fornecem a dramarturgia através da qual os dois intérpretes e dois suportes cênicos interrelacionam conteúdo e linguagem. Ora comandando manualmente um retroprojetor, ora penetrando o espaço cênico, Lucas Canavarro e Pedro Capello ajudam a estabelecer este último como um não-lugar, propício à reflexão, à confissão e à espera.

Carolina Arnizaut e Rebecca Belsoff são as responsáveis pela Direção de Arte. A espacialidade cênica criada evidencia o vazio e a incessante busca humana por preenchê-lo. Para além de uma paisagem, a estrutura atua como mais uma camada da dramaturgia do espetáculo. O figurino confere atemporalidade a obra o que afirma sua estética não linear.

Todo Esse Mato que Cresceu ao Meu Redor é um convite à manutenção dos afetos. A memória como espaço de trabalho, estimula o espectador a acessar suas próprias lembranças. Saudade dá e passa? Tome nota de sua resposta. Post it.

FICHA TÉCNICA

Criação e Direção: Caio Riscado, Luar Maria, Lucas Canavarro e Pedro Capello
Atuação: Caio Riscado e Luar Maria
Suportes Cênicos: Lucas Canavarro e Pedro Capello
Colaboração de Direção: Isadora Malta e Patricia Teles
Direção de Arte: Carolina Arnizaut e Rebecca Belsoff
Quadros: Eduardo Castelo
Costura de painel: André Von Schimonsk
Assistência de Arte: Fernanda Bigaton e Gaia Catta
Iluminação: Thaisa Areia
Trilha Sonora Original: Phillipe Baptiste
Clarineta: Pedro Silva
Fotos: Claudia Elias
Programação Visual: Raul Taborda
Produção: Lia Sarno
Realização: Miúda

todoessemato.blogspot.com

SERVIÇO
Todo Esse Mato que Cresceu ao Meu Redor Teatro Glaucio Gill – Espaço Café (Praça Cardeal Arcoverde, s/n° – Copacabana) 02 de abril a 01 de maio, aos sábados (19h) e domingos (21h) Preço: R$20 inteira / R$10 meia Classificação indicativa: 16 anos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: